Uma Internet. MultiConexões.

É  muito comum nos dias de hoje pessoas com mais de um aparelho eletrônico de uso pessoal como tablet, smartphone e notebook, porém não basta ter os aparelhos, é necessário contratar o serviço de telefonia e de internet para utilizá-los. Imagine o quão chato não é ter que comprar chip e contratar serviço de dados para o tablet, depois comprar chip, serviço de dados e voz para o smartphone e ainda contratar serviço de internet, seja modem ou 3G, para o seu notebook. A Vivo lançou ontem (15/04) o chamado MultiVivo, algo que facilita a vida dos ‘cheios de dispositivos’.

MultiVivo

Com ele é possível ter a mesma internet em todos os seus aparelhos, podendo ter até 6 dispositivos numa mesma conta. Imagine um super empresário que tem 3 smartphones, 2 tablets e 1 notebook? Pois este agora só precisará contratar o serviço Multivivo e terá apenas UMA conta para pagar. A Internet de todos os aparelhos será a mesma, e a conta de telefone dos smarts também. Ótima ideia da operadora, uma mão na roda para vários clientes.

Porém, nem tudo é perfeito não é? O serviço não valerá a pena para os que tem planos mais básicos. Para cada aparelho adicional deverá se pagar R$29 pelo serviço de dados ou de voz e R$ 49 para os dois serviços juntos. Ou seja, o tal empresário antes citado irá contratar um plano para seu smartphone com tudo que precisa, minutos e quantidade de dados, e então, para poder usar esse mesmo plano em todos os seus aparelhos, ele deverá adicionar R$185,00 reais em sua conta.

Acho que para que tem um plano super bom, com 1000 minutos e 3GB de internet, valerá a pena contratar o serviço. Para que tem planos menores acho que deve ser bem calculado para ver se não será prejuízo. Ah, vale lembrar também que o número de dispositivos que podem ser adicionados depende da quantidade de minutos contratadas:
– 1 dispositivo adicional:  60 ou 100 min
– 2 dispositivos adicionais: 200 min
– 3 dispositivos adicionais: 400 min
– 4 dispositivos adicionais: 650 min
– 5 dispositivos adicionais: 1200 min

Segue o vídeo de apresentação na novidade para vocês conferirem:

E então, o que acharam desse novo serviço?

Fontes: VivoBlog, Baguete, TudoCelular
@carolnvc

#PiadaNaInternet – Ele só queria uma ajudinha no Photoshop…

arrumem_foto1

Se ligou na foto aí em cima? Então… Como dá pra ver, o amiguinho cometeu um pequeno grande erro de cálculo na hora de tirar a foto, a tradicional fotinha segurando o sol.

Pra resolver essa situação ele teve uma ideia genial: pedir ajuda na internet pra conseguir que alguém arrumasse a sua fotografia no Photoshop.

Quer saber se ele conseguiu? Então confere aqui embaixo:

arrumem_foto2

arrumem_foto3

arrumem_foto4

arrumem_foto5

arrumem_foto6

arrumem_foto7

arrumem_foto8

arrumem_foto9

arrumem_foto10

arrumem_foto11

arrumem_foto12

arrumem_foto13

arrumem_foto14

arrumem_foto15

arrumem_foto16

arrumem_foto17

Fizeram de TUDO, menos ajeitar a foto do cara como ele queria!

Marrrdaaaaaade! :p

(via TechTudo)

 
.
@junavarro

Quando eu crescer, quero ser… uma rede social!

Quase 1 bilhão de usuários do Facebook gastam 405 minutos por mês acompanhando os seus perfis, segundo pesquisa da ComScore em 2012.

“Sai logo desse ‘feicibruiki’ menino, isso  faz mal, eu vi no pograma do domingo de noite. Ai essas tecnologia.”

Cada vez que nossas avós falam isso, elas não pensam que as tais redes sociais não são tão novas assim – claro, nem tanto da época de nossas vovózinhas. Acontece que a palavra que marca a nossa vida atual – Interação – vem sendo buscada há algumas décadas e hoje vivemos o ápice deste conceito.

Acompanhe uma ordem cronológica de como tudo evoluiu para que hoje as redes sociais ligassem as pessoas dos quatro cantos do mundo:

1969 | desenvolvimento da tecnologia dial-up e o lançamento do CompuServe – um serviço comercial de conexão à internet em nível internacional muito propagado nos EUA

1971 | envio do primeiro email

1978 | criação do Bulletin Board System (BBS), um sistema criado por dois entusiastas de Chicago para convidar seus amigos para eventos e realizar anúncios pessoais

1984 | surgimento de um serviço chamado Prodigy para desbancar o CompuServe

1985 | a America Online (AOL) passou a fornecer ferramentas para que as pessoas criassem perfis virtuais nos quais podiam descrever a si mesmas e criar comunidades para troca de informações e discussões sobre os mais variados assuntos

1994 | lançamento do GeoCities. O conceito desse serviço era fornecer recursos para que as pessoas pudessem criar suas próprias páginas na web, sendo categorizadas de acordo com a sua localização

1995 | surgimento do The Globe, que dava a liberdade para que seus adeptos personalizassem as suas respectivas experiências online publicando conteúdos pessoais e interagindo com pessoas que tivessem interesses em comum

1995 | Nasce o Classmates, que visava disponibilizar mecanismos com os quais os seus usuários pudessem reunir grupos de antigos colegas de escola e faculdade, viabilizando troca de novos conhecimentos e o simples ato de marcar reencontros.

1997 | AOL implementou um sistema de mensagens instantâneas, o pioneiro entre os chats

2002 | criação do Fotolog e criação do Frienster, o primeiro serviço a receber o status de “rede social”. Suas funções permitiam que as amizades do mundo real fossem transportadas para o espaço virtual.

2003 | Surge o Linkedin e o My Space

2004 |  Nasce o Flickr, o Orkut e o Facebook

2006 | Surge o Twitter

2011 | É lançado o Google+

É bom as nossas avós irem se acostumando que daqui para frente as redes sociais prometem mais ainda – e muitas novas pautas para matérias no programa da noite de domingo.

@_hrdias

1° talk show realizado dentro de um ônibus

Já imaginou um Talk Show dentro de um ônibus?
Agora ele existe!

Histórias reais, contadas por personagens reais, sem qualquer pré-produção, que são abordados por Rafael Mollina no interior de algum ônibus da cidade de São Paulo. A missão é contar, ou melhor, ouvir histórias de brasileiros durante suas idas e/ou vindas na maior metrópole da América Latina, que, devida à sua característica cosmopolita, abriga uma pluralidade de seres humanos e, consequentemente, de histórias, as vezes curiosas, as vezes bizarras, as vezes intrigantes e quase sempre muito emocionantes.

Formato Original: Rafael Mollina

Direção: Lucas Mendes

Apresentação: Rafael Mollina

Produção: Helena Laurenti

Edição: Lucas Mendes

Textos: Rafael Mollina

Contato: entrepontos@rafaelmollina.com.br

Veja o 1° episódio:

E o 2° já está no ar! 🙂

Vale a pena assistir e passar para a frente! 🙂
@mikebigode

Marcelinho lê Cinquenta Tons de Cinza

Por Luana Botelho

É inegável o sucesso do soft porn da escritora E.L. James, Cinquenta Tons de Cinza. Então, por que não juntá-lo com outro fenômeno?

Foi o que a reportagem do portal de notícias Uol fez. Marcelinho lendo contos eróticos é um hit da Internet com mais de 15 milhões de visualizações que debocha de diversos contos sensuais – desde os enredos duvidosos até erros de português. Sendo assim, o fantoche mais popular do momento foi convidado a ler e interpretar um trecho da obra que está fazendo a cabeça de muita gente. No mínimo hilário.

#SocialMedia – O que os usuários querem nas redes sociais?

Ousadia ou Realidade?

Ousadia ou Realidade?

O atual momento das redes sociais no Brasil, ampliou as matrizes de conteúdo para um formato mais dinâmico, interativo e até mesmo divertido.

O público busca encontrar nas marcas de apreço uma identificação quase íntima. Isso faz com que o posicionamento das mesmas seja cada vez mais real e humano.

Nas redes sociais deve haver um estreitamento de relações entre marca e cliente, ele deve ser atingido de forma humana e natural. Para que isso ocorra é necessário descer um degrau da superioridade onde a marca se encontra e chegar próximo ao patamar de relacionamento “afetivo” com o cliente.

Em uma busca constante por conteúdo atrativo, os usuários “pulam” de canal em canal para que suas necessidades de interatividade sejam supridas.

O usuário presente atualmente nos canais sociais de marca, busca apenas atrativos que agreguem algum valor humano ou material.

No material, buscam ofertas, promoções, concursos, e raramente informações institucionais.

Na base humana, estão em busca de conteúdo interativo,  simplificado e criativo.

A presença de conteúdo institucional é de extrema importância e de forma alguma deve ser excluído de uma matriz, entretanto a presença de um conteúdo “fun” é de extrema importância para a manutenção dos canais.

E a pergunta que fica é: “Até onde o estreitamento de relação com usuário é benéfico para a imagem da empresa?”

.

@mikebigode

#Infográfico – Quem é o usuário de internet?

Conheça os perfis mais comuns que povoam a internet atualmente.

Tem aquele do perfil político, que está sempre discutindo algum assunto sério.
O observador que age de forma furtiva e ainda aquele que é uma Wikipedia ambulante.
O troll – dispensa apresentaçoes – e o que usa memes para dizer qualquer coisa.
Sem esquecer do crítico online, que emite opiniao sem ser convidado
O spambot, que fica divulgando links indesejados por todos os lados.

Confira o descritivo destes perfis que habitam a internet.

Clique para ampliar.

Via: Blue Bus
         .

Nissan – Pôneis Malditos

“Você quer uma picape que tenha cavalos ou pôneis?” Com essa pergunta, a Nissan do Brasil lançou nesta sexta-feira, dia 29, mais uma campanha bem humorada e irreverente, criada pela Lew’LaraTBWA, para destacar os diferenciais da Frontier.

A campanha conta com filme de 30” para TV aberta e fechada. Também há uma versão especial para internet, que traz um extra bem humorado: “Será a ‘Maldição do Pônei’, um vídeo que deve ser encaminhado imediatamente para 10 pessoas ou a maldição pegará em você”, explica Manir Fadel, vice-presidente de Criação da Lew’LaraTBWA. A campanha “Pôneis Malditos” faz grande sucesso na internet e fica nos Trends mundial do Twitter.

Campanha da Proibida continua só na internet

Como já era esperado, o “Pânico na TV”, da Rede TV, deixou de exibir na noite deste domingo, 15, o reality show “As Tchecas do Brasil”, após divulgado que suas protagonistas são estrelas do lançamento da cerveja Proibida, concorrente de Skol, patrocinadora do programa. Mas o pior, por enquanto, ainda não aconteceu para os humoristas do programa que nas últimas dez semanas vinham tendo as beldades como uma de suas principais atrações. A Ambev decidiu manter o patrocínio da Skol ao programa – pelo menos por enquanto – e garante que não houve nenhuma interferência sua na decisão do Pânico de não veicular o último episódio da série “As Tchecas do Brasil”. Entretanto, a reportagem de Meio & Mensagem apurou que a Ambev não estaria totalmente convencida da inocência dos produtores do programa e teria solicitado a Rede TV maiores esclarecimentos sobre o episódio.

Desde que a campanha foi revelada pelo site de Meio & Mensagem, na sexta-feira, 13, às 19:18 (veja aqui), o assunto vem sendo muito comentado nas redes sociais e por diversos outros veículos de comunicação. Lucas Afonso, diretor de marketing da Companhia Brasileira de Bebidas Premium (CBBP), dona da Proibida, afirma que havia a previsão de veiculação na Rede TV de um filme de 30 segundos na noite de domingo com a “revelação” de que as Tchecas são, na verdade, garotas propaganda da nova marca. No entanto, segundo ele, o comercial não foi exibido após uma negativa da emissora. “Nos disseram que a grade estava cheia. Não sei dizer se isso foi uma recusa em função do que fizemos”, sustenta o executivo. Procurada, a Rede TV afirma que não se pronunciará sobre o caso.

A campanha de lançamento da Proibida, porém, seguirá seu próprio curso nas próximas três semanas no site da nova cerveja, sem previsão de veiculação em TV aberta até que o produto chegue de fato às gôndolas. Uma série de dez filmes produzidos para a internet pela Duo2 se encarregará de manter o contato das beldades com os fãs no site da marca, após o impulso inicial de mídia espontânea obtido pela ação de emboscada dirigida criativamente por Jader Rossetto, atual sócio-diretor da We.

Os filmes seguirão a linha do reality show do “Pânico na TV”, que mostrava as modelos viajando pelo Brasil e descobrindo os encantos do País – e exibindo os seus próprios. A criação é de Mário Lins, Thiago Elias e Jader Rossetto. A produção é dividida entre Neath Films, MarluccoVisão e Duo2, com direção de Marcel Marlucco e Gabriel Almeida. A concepção criativa, porém, não tem um único autor, diz Afonso: “Nasceu de um brainstorm entre todos os envolvidos”.

O roteiro da distribuição da cerveja tem início previsto para os próximos 20 a 30 dias nas cidades de Fortaleza, onde fica a fábrica, Recife e Salvador. A chegada aos mercados de São Paulo e Rio de Janeiro está programada para setembro.

 
Fonte: Meio e Mensagem

Consumidores ganham site de compras coletivas especializado em turismo

Os consumidores contam com mais uma opção de site de compras coletivas. O Hotel Urbano foca no setor hoteleiro e reúne ofertas de pacotes de hospedagem em destinos brasileiros. Recentemente, o fundo de capital Insight Venture Partners comprou participação no portal, que já contabiliza seis milhões de visitas únicas desde o lançamento, há quatro meses. A expectativa é que a empresa registre um faturamento de R$ 100 milhões ainda no primeiro ano de operação. Além de oferecer preços promocionais, o Hotel Urbano também criou um blog com dicas de como se preparar para uma viagem, o que levar na mala e sugestões de lazer.

Consumidores ganham site de compras coletivas especializado em turismo

Fonte: Mundo do Marketing