Citroën – O video case mais fail do ano.

Uma ação no Instagram, 26 milhões de usuários atingidos.
Sucesso? Não, apenas um errinho na conta.

A Citroen criou uma ação envolvendo o app Instagram, onde a ação baseava-se em um seeding(isso mesmo um seeding) na rede social.
Para divulgar a câmera de ré do novo C4 Lounge, faziam a identificação de photobombs em fotos de celebridades e influenciadores, lá eles postavam um comentário com algo do tipo: “Evite imprevistos. Conheço o novo Citroën C4 Lounge com câmera de ré”.

Até aí já estava bem #FAIL, mas não contentes, acharam a ação genial e criaram um vídeo case onde mensuravam os resultados da ação intitulada como GUERRILHA!
Um vídeo case para a inscrição em Cannes, isso mesmo Cannes.

Não entendeu até agora?
Então vamos a melhor explicação que encontrei, ela foi dada pela Marina Bonafé, especialista em mídias sociais.

“Existem hoje 200 mi de usuários ativos no mundo, sendo o Brasil responsável por 5,6%, que equivale aproximadamente 11 mi. Ou seja, o case impactou não só usuários daqui como também de outros países uau a rede mundial de computadores é mesmo fantástica!!!

A ação consistia no seguinte: ao encontrar photobombs (lembra aquela foto famosa da menina tirando selfie no espelho e aí aparece a tia dela sentada no vaso atrás? Isso é uma photobomb) engraçadinhas em perfis de celebridades brasileiras (Roberto Justus, Luciano Huck etc), um perfil interagia falando sobre a nova feature do carro X com uma câmera traseira que evita esse tipo de surpresa acidentes etc .

Até ai, ok.

Até que sai a matéria falando do impacto de 26 mi de usuários. Como isso foi calculado? A soma dos seguidores dos perfis que tiveram comentários. Ou seja, se o Luciano Huck tem 1,3mi de seguidores no instagram, então o meu comentário na foto dele impactou 1,3mi de seguidores no Instagram.

SÓ QUE NÃO.

Primeiro que Instagram não é que nem Facebook que quando você comenta em um post aparece na timeline das pessoas que já comentaram aquele post.

Ah mas o instagram mostra quando seus amigos curtem uma foto ou segue alguma pessoa nova” sim, mas não quando comenta. E o perfil da ação tem 4 seguidores, o que significa que ainda que ele curtisse a foto de uma celebridade ele impactaria no máximo 4 pessoas que se por acaso clicassem em “news” na aba do Instagram (quem clica lá? risos) veria que ele curtiu a foto.

Como se não bastasse, publicam um vídeo-case mostrando o SUCESSO e o alcance de todas essas pessoas (imaginárias) e no próprio vídeo eles editaram a quantidade de likes das fotos pra 1945, já que a quantidade real era 0 (ainda dá tempo de conferir no perfil)”

Viu como a ação foi genial? Nem eu.

Veja o vídeo case.


Eai, o que achou?

@MikeBigode.

#Ação – TNT Botão do Drama II!

tnt.jpg.pagespeed.ce.HLD6So3xAA

Alguém aí se lembra da fantástica ação da TNT do botão do drama? Não? Então refresque a sua memória clicando AQUI.

Lembrou agora? Pois então prepare-se para ficar de queixo caído mais uma vez! É isso mesmo, as 42 milhões visualizações do primeiro vídeo, encorajaram os caras da TNT para a produção de um segundo vídeo do “Botão do Drama”! E mais uma vez, não há muito o que dizer, apenas confira que produção fantástica:

.

Sensacional, não é mesmo? Será que chega aos 42 milhões de views? Tomara que passe para vermos o “Botão do Drama III”

.

@RenanBonfim

#Ação – TNT Botão do Drama!

O que dizer desta fantástica ação do canal de televisão TNT, que foi feita em uma pequena cidade da Bélgica?

TNT - Drama Button

Um botão vermelho no centro de uma praça, uma placa em forma de seta apontando para o botão com a seguinte escrita “Aperte para adicionar drama” (Push to add drama) e um curioso para apertar o botão. O resultado? Uma impressionante ação para promover o novo canal HD da TNT na Bélgica!

Veja com os seus próprios olhos e fique de boca aberta:

.

Sensacional esta super produção, não é mesmo? Pena que se fosse aqui no Brasil, o CONAR, a Dilma e até o Papa iriam vetar uma ação como esta. Afinal, aqui o tiroteio é real!

Gostaram?

.

@RenanBonfim

Propaganda debaixo da água.

Algumas pessoas acham a publicidade um mal necessário, mas ela sempre dá provas de que pode ser uma espécie de serviço de utilidade pública em alguns casos, como da loja de sombrinhas Schirm & Co.

A loja fica em Hamburgo, cidade famosa por ser a “capital da chuva” e tinha pouco dinheiro para investir em uma campanha. Então, a JWT de lá apelou para uma guerrilha simples e de grande impacto: produzir e colar stencils que ficam visíveis apenas durante a chuva.

Com o texto “chega de chuva, compre. Schirm & Co. a 200 metros” foi o suficiente para a loja aumentar suas vendas de sombrinha.

Fonte: Update or Die

Guaraná Antarctica muda nomes de veículos

E se em vez de Vírgula, o portal de entretenimento, música e artes passasse a se chamar Ponto? Ou se, de repente, começasse a nevar no Nordeste? Ou então, se ao ligar a TV, os espectadores descobrissem que, depois de 20 anos, a tradicional sigla MTV, na verdade, significa “Mambo TV” ou “Macarronada TV”?

Essas coisas improváveis viraram realidade nessa sexta-feira. Em uma ação publicitária, o Guaraná Antarctiva, da Ambev, mudou o nome e mexeu com o noticiário de alguns veículos de mídia. O objetivo é sustentar e divulgar a campanha “Acha que já viu de tudo?”, lançada pela marca pela agência DM9DDB, que apresenta o conceito de que é possível ver qualquer coisa nesse mundo, menos a secreta e exclusiva fórmula do Guaraná Antarctica.

Ao longo de todo o dia, a home do Climatempo, por exemplo, exibe uma foto de uma paisagem embranquecida pelo gelo, com a manchete “Neve no Nordeste”. Já o portal Vírgula mudou de nome, exibindo a palavra “Ponto” como logo em sua abertura. O Ig também participa da ação, com um banner verde em sua página inicial, convidando o internauta a clicar para ter a certeza de que ele ainda não viu de tudo.

Já a ação na MTV acontecerá ao longo de toda a semana e brincará com a letra M do nome do canal. Em vez do Music (de Music Television) nas chamadas, o M será trocado por termos como “Mambo”, “Macarrão” ou “Mágica”.

Fonte: Meio e Mensagem

Cola essa Porra!

Steve ePonto (@ePonto), dono da idéia (lá da Conspiração) me disse que a galera estava passeando, quando uma amiga deles comentou que toda placa deveria ter um “porra”, pois num geral elas nunca são respeitadas. E eles pensaram: “Ok! Então vamos colocar!”

E é isso: http://www.colaessaporra.org
Simples e divertido! Você baixa aqui o adesivo segue a bula:

O site entrou no ar ontem, dia 6 de maio.

Além do Steve ePonto, o Fábio Seixas e o Rafael Gronstein assinam o projeto. Fui atrás deles. Liguei, torrei o saco e fiquei sabendo que nessa semana eles ainda publicarão um filme com toda a ação inicial. A realização é da Conspira Concept. E a dica do sempre inoxidável Pedro Gravena (@pedrogravena).

Enfim, pessoal… #coleessaporra :)

Fonte: Brainstorm9 (Texto Carlos Merigo)