Afinal, quem é Quentin Tarantino?

Jules

“Say what again! I dare you, i double dare you mother Fuck*@#$”. Say what one more goddamn time!”

O diretor/roteirista/produtor de cinema Quentin Jerome Tarantino é nada mais, nada menos do que o ícone da nova (naquelas) geração de cineastas megalomaníacos, que estrelam o quadro de melhores diretores de todos os tempos.

Mas quem é realmente “Quentin Tarantino” ? O que ele come? Onde vive? Como se reproduz?

Essas e outras questões, serão respondidas nesse post. Mas se você não gosta de Quentin Tarantino, peço que vá lavar um banheiro, uma louça ou até mesmo estudar a Aritmética do Professor  Girafales.

Quentin-Tarantino

Natural do Estado do Tennessee, Quentin Tarantino era um garoto apaixonado por filmes de Kung Fu e suas exageradas cenas de lutas voadoras, filmes Western, como aqueles que o Clint Eastwood protagonizava nas telinhas de filmes de faroeste, e outros estilos das décadas de 60/ 70/80.

Por possuir esse “refinado” gosto cinematográfico, Quentin, que era apenas um atendente de uma locadora de filmes, resolveu escrever seus próprios roteiros, que logo seriam comprados por cineastas famosos, que segundo a ótica do próprio Quentin “ficaram muito ruins” nas telas do cinema. Porém, convenhamos que a venda do roteiro dos filmes: Amor à Queima Roupa e Assassinos por Natureza”, deu a chance que ele precisava, para poder emplacar um dos filmes mais famosos da década de 90: Cães de aluguel.

Caes-de-aluguel-02

*Na minha opinião, um dos melhores filmes*

Após o grande sucesso de Cães de Aluguel, Quentin iniciou uma teoria conspiracionária, que ao final desse texto, eu explicarei melhor.

Quentin ficou mais familiarizado com o poder da exposição que as telonas poderiam proporcionar, então, como ele não é bobo nem nada, já embalou as gravações de mais um filme que marcou uma gerações e mudou a cena cinematográfica: Pulp Fiction.

pulp-fiction (1)

Você provavelmente já fez a “dancinha” do John Travolta e da Uma Thurman, em uma festa de casamento daquela sua tia que estava encalhada a mais de 40 anos e que provavelmente nem sua família botava mais fé nela.

Qual “dancinha” eu me refiro? Essa aqui:

Um ano após o sucesso de Pulp Fiction, o filme Four Rooms (Grande Hotel), que não é um dos mais conhecidos, porém, ainda sim, é um grande marco na carreira de filmes de Quentin Tarantino. Onde a história discorre sobre 4 histórias em um mesmo filme, dirigidas por 4 diferentes diretores, sobre 4 perspectivas diferentes porém estrelados por mesmo ator: Marc Lawrence , que interpreta um “bellhop” muito desajeitado e engraçado.

four_rooms

Anos se passaram e Quentin estava numa zona de sono profundo, apenas atuando, escrevendo e as vezes, produzindo algo aqui, algo ali, mas nada muito sério, como “Um drinque no inferno”, no qual ele mesmo era um dos principais atores.

from-dusk-till-dawn-03

No ano seguinte, ele resolveu trabalhar de verdade e dirigir um filme em homenagem a uma das rainhas do Blaxploitation: Foxy Brown  (Pam Grier) . Onde em Jackie Brown, Quentin conta a história de uma aeromoça de uma pequena empresa aérea, que contrabandeava dinheiro, para o traficante de armas Ordell Robbie (Samuel L. Jackson).

jackie-brown-1-1024E se até agora você não reconheceu nenhum filme, relaxe, porque o próximo você já assobiou muito por ai.

Kill Bill vl.1 e Kill Bill vl.2, são marcos históricos do cinema. Incontestavelmente são filmes de grande sucesso e repercussão entre todas as tribos desse Brasil meu Brasil Brasileiro.

No 1º volume, temos a explicita declaração de amor de Quentin Tarantino aos filmes Chineses, cheios de cabos “invisíveis” e Jet Lees voando de uma parede para outra. Tudo isso, regado a muitoooo sangue.

uma thurman - kill bill copy

E no 2º volume, mais focado nos filmes Western, eu diria:

Kill.Bill.Vol.2 copy

Apesar de roterizar seu proximo filme, nosso garoto prodígio matou mais uma vontade de infância: Transformar quadrinhos em um filme!

Em Sin City, Quentin Tarantino deixa sua marca no mundo dos quadrinhos, homenagiando com muito louvor todos os fãs mais árduos da revista Dark Horse Presents.

Sua fotografia inovadora criou um seguimento diferenciado no mercado do cinema internacional.

7680_gorod-grexov_or_sin-city_1280x1024_(www.GdeFon.ru)

Arregaçando novamente as mangas, Quentin despachou mais um filme bem conhecido pelo público Cult: Death Proof, que em geral, traz escrachadamente o fetiche por pés de Quentin Tarantino.

Death-Proof-284

2009 foi um ano de glórias, afinal, Bastardos Inglórios, é um dos filmes mais premiados de Quentin Tarantino. Claro, quem ganhou a maioria dos prêmios foi o ator  Christoph Waltzque foi brilhante em sua interpretação. Brad Pitt também foi um mestre da personalidade em atuação, mas os bobos do Oscar não gostaram do sotaque FODALHÃO que ele utilizou nas filmagens.

bastardos-inglorios06g

Djannnngoooooo…

É assim que vem na minha cabeça a música tema do filme.

Esse filme é incrível, sem mais. Só isso mesmo. Se você ainda não viu, corre lá na loja que tem aquele “carinha gente boa” que vende DVDs a 3 Dilma$ e manda vê, porque esse vale a pena.

Django-Livre_001

E esse foi um mini resumo da Cinegrafia de Quentin Tarantino.

“Cade os outros filmes? Seu poser!”

Calma, Calma, Jovem Padauã, eu sei que existem outros filmes, porém apenas listei os filmes básicos do grande mestre Quentin Tarantino.

Se você quiser se aprofundar, existem muitos outros filmes que ele participou, seja no roteiro, atuação ou direção. Segue alguns nomes pra você procurar no GOOGLE:

“Eles matam nós limpamos”

“My Best Friend’s Birthday”

“It’s Pat””

“Past Midnight”

Ahhhhh e lembra que eu comentei sobre o início do texto, sobre uma ação consipiracionária que o Quentin Tarantino criou? Então se prepara, porque tua vida vai mudar! Assista esse vídeo feito pelo Selton Mello e pelo Seu Jorge. Tua cabeça vai pirar e vai fazer você amar ainda mais nosso querido diretor:

E como prometido, ficou faltando apenas falar “O que ele come?” e respondendo essa pergunta, lhes digo:

Existe um restaurante aqui em São Paulo, chamado “Big Kahuna Burger”, que foi totalmente baseado em todos os filmes do Quentin Tarantino, mas principalmente no Pulp Fiction. E lá é um lugar super legal, super descolado e totalmente voltado para fãs do Quentin.

Quem tiver curiosidade, acessa o site dos caras e vai lá dar uma conferida:  Big kahuna Burger

big

Se alguém tiver mais informações ou curiosidades, deixa um comentário aqui no site.

“Acho que esse foi meu melhor trabalho” Bastardos Inglórios.

@dennissilveira

Anúncios

Fotógrafa captura essência de filmes clássicos através do figurino de personagens icônicos

Fã de clássicos do cinema, a fotógrafa Candice Milon criou uma série para a revista Sport & Style Magazine, onde apresenta os figurinos de personagens icônicos das telonas.

Dobrados de forma metódica sobre uma superfície contrastante, Candice mostra características marcantes como o colete vermelho de Marty McFly em De Volta para o Futuro (Back to the Future).

E aí, será que você conseguiria identificar os outros figurinos? Veja:

ImagemImagemImagemImagemImagemImagemImagem

.

@

O mundo fashion nas telonas

Saiu na Rolling Stone uma lista com 10 filmes que retratam o universo da moda. Não é por nada não, mas a seleção é tão boa que dá pra passar a semana inteira com um balde de pipoca e deitado de meia no sofá! O mais comentado deles, O Diabo veste Prada, foi adaptação de um best-seller de 2003 e ganhou o Oscar em 2007, o Globo de ouro e o BAFTA. Não é mole não!

Valentino: The Last Emperor, é um documentário sobre o designer italiano Garavani, que se despediu das passarelas. Nada mais justo do que registrar em 96 min. a retrospectiva da sua carreira.

Cinderela em Paris, conta a história de uma balconista que decide tentar entrar no mundo da moda como modelo. E gente…o filme é de 1957!

Zoolander é de 2001 e tem como protagonista nada mais nada menos do que Ben Stiler! Um modelo decadente que faz de tudo para retomar sua carreira.

Coco antes de Chanel: di-vi-no. Revolucionária da moda antes da fama. Alguma dúvida de que vale a pena ver?

The September Issue é um documentário que conta como foi realizada a edição fall fashion da Vogue, a segunda maior edição da história, e que levou OITO meses para ser concluída.

Prêt-à-Porter mostra os bastidores de um desfile, onde jornalistas, editores, designer e fotógrafos tentam desvender um crime.

Unzipped é um documentário sobre o designer Isaac Mizrahi, namorado de Douglas Keeve ( diretor do filme ). No final de tudo, os dois terminaram o relacionamento.

It é o filme responsável pelo surgimento das It-girls de hoje em dia! ( Garotas que criam tendências ).

Bill Cunningham New York é um documentário sobre um famoso fotógrafo da moda de rua.

Em uma palavra: Sensacionais!

@leticiarebuelta

VONO lança site para ser visto enquanto o consumidor prepara sopa

Página vai disponibilizar filmes do “Festival do Minuto” para o internauta relaxar e aguardar o preparo da sopa

O preparo das Sopas Vono®, marca da Ajinomoto que é líder do mercado de sopas individuais instantâneas no Brasil, ficou ainda mais gostoso com o lançamento do site “Minuto Vono de Cinema”, criado pela Fischer&Friends. Por meio de uma parceria com o “Festival do Minuto”, o hotsite criado exclusivamente para a marca vai disponibilizar filmes curtos para o consumidor assistir e relaxar enquanto prepara sua Vono®.

Ao entrar no site, o consumidor já se depara com a pergunta “Como você vai preparar sua Vono hoje?” e as opções “fogão” ou “microondas. De acordo com a resposta, o site dá instruções de preparo e, em seguida, coloca à disposição do internauta o primeiro filme de 1 minuto. Depois, uma pausa rápida com mais dicas de preparo correto para manter o sabor e qualidade de Vono e o segundo filme entra no ar.

“Ao invés de criarmos um site que só apresentasse o produto, decidimos dar um papel mais estratégico a um canal tão importante para os consumidores. E aí chegamos à ideia de um site para o momento de preparo de Vono”, diz Bruno Mendonça, Diretor de Convergência da Fischer&Friends.

Na proposta “Minuto Vono de Cinema”, a página virtual apresenta um layout que transmite a sensação de conforto e aconchego, e transforma o computador na sala do consumidor.

“A ideia é lembrar o consumidor que Vono é uma refeição prática e saborosa, além de rápida de preparar – tão rápida que você prepara enquanto assiste a um filme do Festival do Minuto”, ressalta Bruno Mendonça.

Além dos vídeos do “Festival do Minuto”, que possuem a duração exata do preparo da sopa, o consumidor encontra no site o filme da campanha publicitária atual e informações nutricionais e dicas sobre os sabores de Vono. O Twitter da marca também está presente na página virtual.

Para conferir as novidades, acesse: http://www.vono.com.br/

Twitter: @sopasvono

Ficha Técnica
Direção de criação: Victor Sant’Anna
Head de convergência: Pedro Porto
Criação: Bruno Mendonça e Artur Polatti
Redação: Bruno Mendonça e Rafael Moreno
Direção de arte: Artur Polatti e Renato Michalischen
Mídia: Adrian Ferguson, Daniel Gunji, Thiago Ribeiro, Eliane Passos e George Braga
Atendimento: Alex Isnenghi, Marcella Ferreira, Caroline Paulino, Paula Borges
Projetos: Suzana Lin
Produção: Um Studio
Aprovação pelo cliente: Adriana Moucherek, Fernanda David e Anna Rocha

Fonte: Portal da Propaganda

Os 10 melhores comerciais da Coca-Cola, segundo o AdAge

O AdAge listou 10 comerciais da Coca-Cola que, na opinião do site, foram os melhores dos 125 anos de existência da marca. Confira:

1931 – “Papai Noel”
Ilustrador: Haddon Sundblom
A Coca-Cola encomendou a Haddon Sundblom uma pintura do Papai Noel. A imagem em vermelho, vistosa e alegre, popularizou o ícone das férias.

1963 – “Praia”
Campanha: “As coisas vão melhor com Coca-Cola”
Agência: McCann Erickson
A campanha foi um marco em termos de utilização de música e astros pops.
“A campanha entre os os adolescentes contra o outro finalista. O ´Espírito da Coca-Cola´, ganhou com folga “, disse Mike McDonald, um diretor conta com McCann no momento.

1971 – “Hilltop”
Campanha: “É a coisa real ”
Agência: McCann Erickson
Em janeiro de 1971, o diretor de criação da McCann Bill Backer observou os passageiros sitiados em uma cafeteria do aeroporto, rindo sobre garrafas de Coca-Cola. “Comecei a ver as conhecidas palavras: ´Vamos comprar uma coca-cola´, quando na verdade, era uma maneira sutil de dizer: ´Vamos fazer companhia um ao outro por um tempo´”, escreveu o Sr. Backer, em seu livro “The Care and Feeding of Ideas “.

1986 – “Max Headroom”
Campanha: “Catch the Wave”
Agência: McCann Erickso
Max Headroom, um personagem computadorizado, com uma voz sintetizada, foi originalmente criado por Rocky Morton e Annabel Jankel. Coca-Cola buscou atrair o mercado jovem e promover a nova formulação da Coca-Cola, pós New Coke.

1993 – “Luzes do Norte”
Campanha: “Sempre Coca-Cola”
Agência: Agência Creative Artists
Escritor e diretor Ken Stewart teve a inspiração dos ursos polares da Coca-Cola. O conceito eventualmente evoluiu para a idéia de ursos polares que bebem Coca-Cola, simbolizado pela aurora boreal no local. Usando computadores avançados e programas de alta tecnologia gráfica, o anúncio levou cerca de 12 semanas para ser produzido.

2006 – “Videogame”
Campanha: “O Lado Coca-Cola da Vida”
Agência: Wieden & Kennedy
A ideia nasceu em 2005, num sótão. “Eu ainda me lembro de estar sozinho em um estranh sótão, este espaço do sótão fora do meu armário. Eu não tenho nenhuma idéia porque eu estava lá”, disse Sheena Brady, diretor de criação da Wieden. “Eu estava trabalhando fora da Coca- Cola, otimista sobre o mundo e pensarndo sobre o que não é feliz neste mundo, sobre  o obscuro. [E eu pensei que] o que aconteceria se você colocar Coca-Cola dentro dessa configuração do videogame über violento?”

2007 – “Fábrica da Felicidade”
Campanha: “O Lado Coca-Cola da Vida”
Agência: Wieden & Kennedy
Descartando as moedas em uma máquina de venda automática se inicia uma viagem fantástica de como uma garrafa de Coca-Cola é representativa para o consumidor.

2008 – “It´s Mine”

Campanha: “O Lado Coca-Cola da Vida”
Agência: Wieden & Kennedy

2010 – “Máquina de Felicidade
Campanha: “Felicidade Aberta ”
Agência: 6 Definição
A proposta era criar algo inesperado, emocional e assistível. Ela teve que ser executada de uma maneira mais barata e viral, sem mídia paga. “Vou ser sincero: quando se propõe a fazer uma campanha como essa nunca se sabe o resultado”, disse John Harne, diretor executivo de criação da Definição 6. Girassóis animais, balão, Coca-Cola grátis, pizza quente e um sanduíche gigante, todos surgiram a partir da “máquina da felicidade”, filmados em St. John´s University, Nova York.

Para ver todos os vídeos acesse o AdAge

Warner lança filmes da Pucca no Facebook

A Warner Bros. Consumer Products (WBCP), divisão de licenciamento do grupo Warner Bros., anunciou o lançamento do projeto Curtinhas para Curtir. A iniciativa, que consiste na veiculação de 20 vídeos inéditos da Pucca na página da WBCP no Facebook, será lançada nesta quarta-feira, 20, com a disponibilização do primeiro “curta metragem”.

Diariamente, durante 20 dias, um novo vídeo da série será apresentado. “Extremamente popular no Brasil, a Pucca é um personagem que nasceu no País, há mais de três anos, por meio da internet. Nada mais lógico do que lançarmos um conteúdo exclusivo nessa plataforma, aumentando a visibilidade da marca junto ao seu público-alvo”, explica Marcos Bandeira de Mello, gerente geral da WBCP.

Os vídeos, com 20 segundos de duração cada, concentram-se principalmente em torno das tentativas cômicas de Pucca para roubar um beijo de Garu, um menino ninja que tenta desesperadamente evitar os avanços da coreana.

Fonte: AdNews