Grafiteiro cria versão sensual de princesas da Disney

Dillon Boy – como é conhecido o grafiteiro James Dillon Wright – criou Dirtyland, uma série de ilustrações que mostra a versão sexy das principais princesas da Disney, icônicos personagens que fizeram e ainda fazem parte da infância de muita gente.

O artista utilizou fundos de revistas para fazer colagem com stencils spraypaint, traços marcantes da arte do graffiti, onde transforma as princesas em verdadeiras representações da falsa comercialização de perfeição e inocência, segundo seu ponto de vista.

Perguntado sobre a série de ilustrações, Dillon diz: “A maior parte do meu público era criança quando estas princesas governaram seu mundo, então agora que eles são adultos (e sexualmente ativos); está tudo pronto para pendurar as garotas da Disney nuas em sua parede. [risos]. Eu acredito que é o meu trabalho como artista questionar as coisas ao redor e quebrar continuamente as formas tradicionais e mais convencionais de fazer arte. A minha intenção é levantar ou abaixar as sobrancelhas de quem vê. ”

Confira e dê sua opinião:

Escrito por Gabriela Campagnucci

Anúncios

#StreetArt – As imagens mais criativas de arte de rua

Fazer arte de rua é muito mais do que grafitar um muro. A arte em si está nos detalhes da criação e no que ela é capaz de provocar nas pessoas, mostrando a criatividade e a forma de expressão do artista.

Fica aqui uma seleção com as melhores intervenções que vão muito além do grafite:

edb002f95f3349869ccd255c6031f6dc

ea976e2abb3cde22e75a4074a16a602f

dfbd58daa7cd81c4a907bd4f3932eb54

d640ab9f7761fc1cc8efb15395834028

68a9f9af2ad89a44146ff272685a7e96

0c4a94d969bcb224ec630bbcb0fff878

9c178d06d3e999b181a7f75187b5cdce

14e9abcb0c859c1efc51422a199dac24

35bbed4723dfa267b828f3872135a05c

038e66055a863d7ec3a2d92049977953

229b2d8ede0659201b5cf68dbbbb7a87

99c679b8c956a4040fcd28fd30e504b4

97f41536640bc491d51c4e939cce945c

383e26158a24bb6ddfa84896ec17bb65

1591f01d44f1f0574d893f43bc003ab0

3698dc08b7c4a852983f5c49ed33c167

420822462d3e12e7374473da3b6825a6

9803345d03dba4945185f5608164b321

c3ae131a017135c1220ea39ec5a95075

d5bcdd382a37ce1e058d14a5b40aba99

df8440e8959ed554f013be94007be8e7

371b6c0a141b2d2995404ced2f4b49c4

 
.
@junavarro

O olhar e a guerra

O olhar é o protagonista de uma série fotográfica – espetacular – criada pela jornalista Lalage Snow.
A série ‘We are the not dead’ mostra soldados britânicos antes, durante e após operação na guerra do Afeganistão.
A mudança do olhar surpreende!soldiers-before-after-afghanistan-1 soldiers-before-after-afghanistan-1 (1) soldiers-before-after-afghanistan-2 soldiers-before-after-afghanistan-3 soldiers-before-after-afghanistan-4 soldiers-before-after-afghanistan-5 soldiers-before-after-afghanistan-6 soldiers-before-after-afghanistan-7 soldiers-before-after-afghanistan-8 soldiers-before-after-afghanistan-9 soldiers-before-after-afghanistan-10

@_hrdias

Originalmente postado em Amor pela fotografia

Pinups Rockabilly – Disney

E a Disney continua alimentando os designers com muitas referências e inspirações em seus trabalhos! A releitura da vez é a da artista Virginie Siveton, que trouxe as princesas Disney para o universo das pinups e do rockabilly!

As personagens dos contos de fadas, foram transformadas em pinups cheias de poses sensuais e retratadas de maneira muito interessante! Vejam.

e8a2f363d36a7c404e7ee76ead00d7c7-d5g4hag 8959ffb577be524f92400828c623118b-d5fy4b7 24668c60d73371631926423fc0c500c5-d54iuf1-600x848 851652d3b7789c8c92658f0f5411f1d4-d5gujdk cab9445a489104eb1f3e8ae3ce55b8f6-d5hhnb2

 

http://virjnie-s.wix.com/virginiesiveton

@guilhermedangel

Fotógrafo sueco cria série de fotos em homenagem aos jogos em 2D

Christian Åslund, um fotógrafo sueco, criou uma série de fotos em tributo aos jogos de plataforma em 2D, batizada de “Honkey Kong”. O nome dado a série utiliza um criativo trocadilho que remete tanto ao nome da cidade que serviu de plano de fundo para as fotos, como também ao famoso jogo, originalmente em 2D, “Donkey Kong”, criado pelo Japonês Shigeru Miyamoto. As lentes teleobjetivas utilizadas por Åslund também contribuíram para o efeito em duas dimensões das fotos. Além disso, para indicar aos seus modelos exatamente como eles deveriam estar posados para as fotos, Christian Åslund contou com a ajuda de walk-talkies e estudantes de fotografia locais, que auxiliaram durante todo o processo.

10

42

7

Pra quem gosta de fotografia e games, tá aí uma ótima mistura!

Criatividade sempre!

Por Will Soares

Exposição Vira Lata

Já pensou em fazer do lixo uma arte? Então vários artistas plásticos apostaram nessa temática! A grande proposta é usar materiais de uso do dia a dia. São variados tipos de latas, como bebidas, alimentos, tintas etc e o resultado é muito interessante!

E todos vamos poder conferir todo esse trabalho na expo “Vira Lata” que vai rolar em São Paulo no dia 31 de março, no Museu da Sustentabilidade, na Praça Victor Civita! Confiram um pouco dos trabalhos presentes na expo!

viralata2 viralata3 viralata1

 

Então anota aí porque a exposição Vira Lata tem tudo pra ser sensacional!

Exposição Vira-Lata
de 2 de fevereiro a 31 de março
de segunda a domingo, das 8h às 18h
Museu da Sustentabilidade – Praça Victor Civita
Rua Sumidouro, 580, Pinheiros
Contato: (11) 3031-3689
Entrada Franca

*Fotos – Divulgação

@Guilhermedangel

Random Acts: Filmes fashion inspiradores e chocantes

Age of Acquarius
A Dazed & Confused, uma das publicações de moda, cultura e arte mais renomadas do mundo, em parceria com a emissora de TV, Channel 4, criou a série de curtas Random Acts, que reuniu 20 artistas radicais e polêmicos para produzir filmes fashion inspiradores, estranhos e controversos.

Lançado em 2011, vários videos do projeto foram ao ar na TV, como uma forma de intervenção. O mais recente, lançado em janeiro deste ano, Random Acts: Age of Aquarius, de Pierre Debusschere, é o terceiro de uma trilogia criada pelo cineasta, precedido por The Lake e Holy Flowers: Fade Into You, e experimenta a moda em movimento.

Todos os filmetes lançados até agora podem ser conferidos no site oficial do projeto Random Acts. Uma verdadeira fonte de criatividade!

@danovais

Vogue – Princesas Disney

Muita gente se pergunta: Quem é o responsável pelas capas da Vogue com as princesas da Disney?

O criador da arte é Dante Tyler e seu trabalho com as personagens está em sua segunda edição. Nas capas encontramos Cinderela, Alice no País das Maravilhas, Mermaid e outras…

Como não podia ser diferente, Pocahontas e suas “colegas” de contos de fada, são retratadas em poses fashionistas, dignas de top models profissionais!

Confiram:

 

Ariel-710x967 Branca-de-Neve

vogue_disney_darlings___alice_by_dantetyler-d4r7jub Ariel-710x967

princesas-disney-vogue003 (1) princesas-disney-vogue008

vogue cinderela Aurora_large

Um jeito diferente de mostrar arte e moda!

Ah! E ainda é possível reparar nas chamadas de capa, as quais têm tudo a ver com a estrela da edição!

 

@guilhermedangel

 

 

A hora de repensar as campanhas políticas

Movimentos urbanos contestam a poluição gerada pelos políticos e buscam soluções criativas para o problema

Foto: Divulgação

Por Luana Botelho

A lei é clara. É permitida a colocação de cavaletes, bonecos, cartazes, mesas para distribuição de material de campanha e bandeiras ao longo das vias públicas, desde que móveis e que não dificultem o bom andamento do trânsito de pessoas e veículos. Também fica vedada a colocação de propaganda eleitoral de qualquer natureza em árvores e jardins localizados em áreas públicas.

A norma determina, ainda, que a colocação e retirada dos meios de propaganda deve ser feitas entre as 6 e as 22 horas, ou seja, não é permitido deixá-las nas ruas por todo o sempre. Entretanto, a realidade é bem diferente. Dezenas de cavaletes irregulares podem ser encontrados em espaços verdes ou no meio das calçadas, criando uma verdadeira prova de obstáculos para os passantes.

Foto: Divulgação

Foi pensando em toda a sujeira, poluição visual e dificuldade de locomoção que essas propagandas são capazes de criar, que alguns movimentos inspirados tem surgido e ganhado multiplicadores por todo o Brasil.

Você suja minha cidade, eu sujo sua cara, criado nas eleições de 2010, propõe que “todo candidato com cavalete na rua também será candidato a ganhar bigode, guampinha, monocelha, cicatriz e sorriso banguela”.

Já o Cavalete Parade teve início como uma proposta de criação artística: os cavaletes deixados por políticos em locais públicos irregulares depois do horário previsto pela lei devem ser fotografados, retirados do local e completamente pintados por aqueles que quiserem aderir ao movimento. Haverá uma exposição das peças no canteiro central da Avenida Paulista, às 13h do dia 29 de setembro.

A iniciativa é do ilustrador Marco Furtado e do diretor de arte Victor Britto e gerou tamanha repercussão que já existem eventos similares marcados em Curitiba, Salvador, Rio de Janeiro e Porto Alegre. Vale lembrar que a contribuição é livre, apartidária e sem patrocínios.

Foto: Divulgação

Lei da Cidade Limpa

O coordenador da lei, José Rubens Domingues, revelou em entrevista ao portal de notícias G1 que “É comum ver cavaletes em jardins e canteiros centrais. A tendência nesses últimos dias de campanha é que a poluição piore, estão ignorando a lei”. Também afirma que a Lei Eleitoral dá brechas para deixar a cidade mais suja.

Denúncia

As irregularidades devem ser denunciadas nos cartórios eleitorais. É concedido o prazo de 48h para que o material seja retirado das vias públicas, sob pena de multa.

Mais informações

http://www.justicaeleitoral.jus.br/arquivos/tse-resolucao-tse-no-23-370-eleicoes-2012

http://www.facebook.com/CavaleteParade

http://www.facebook.com/sujosuacara

 

Georges Méliès, o mágico do cinema

Exposição termina este final de semana

Le Voyage dans la lune (Viagem à Lua), 1902

Por Luana Botelho

Mágico, ilusionista, diretor, cenógrafo, ator, técnico, produtor. Assim era George Méliès, um homem à frente de seu tempo. Em uma época em que o cinematógrafo era usado tão-somente para documentar pequenas cenas do cotidiano, o francês acreditou no poder da imaginação e foi responsável pela produção do que viriam a se tornar grandes clássicos da Sétima Arte.

Precursor do gênero ficção e pai dos efeitos visuais, Méliès distribuiu mais de 500 filmes entre os anos de 1896 e 1912. Na mostra do Museu da Imagem e do Som (MIS), sua carreira é revisitada, por meio de objetos, figurinos, cartazes, ilustrações, fotografias, filmes e documentos originais do artista. Inédita no Brasil, a exposição remonta, em seis seções, sua trajetória, explorando suas revolucionárias criações. O acervo pertence à Cinemateca Francesa e ao Centro Nacional do Filme.

Completando a mostra, o Museu oferta uma instalação exclusiva, na qual é possível criar filmes em stop motion, com cenários inspirados nas obras do cineasta. Ademais, são realizadas projeções de onze de seus filmes, incluindo sua obra-prima, Viagem à Lua, de 1902.

Outro ponto forte de Georges Méliès, o mágico do cinema, é a cuidadosa cenografia, capaz de imergir o expectador no universo sem igual de um dos maiores gênios da arte.

***

Informações:

Exposição/Cinema

De 04 de julho a 16 de setembro

Horário de visitação: terças a sextas, das 12h às 21h; sábados, domingos e feriados, das 11h às 20h.

Local: Museu da Imagem e do Som (MIS). Avenida Europa, 158 – Jardim Europa, São Paulo/SP.