Blogueira americana acima do peso satiriza anúncios da Abercrombie & Fitch

A grife americana Abercrombie & Fitch virou notícia, mais uma vez, por conta de “alfinetadas” de internautas.

Semana passada, após a grife ter se tornado alvo de críticas por decidir associar a marca apenas a pessoas consideradas bonitas, uma campanha na internet propôs vestir moradores de rua com artigos da grife (veja a campanha clicando aqui).

Dessa vez, foi Jes – dona do blog americano The Militant Baker – que causou polêmica ao postar fotos satirizando anúncios da grife.

Blogueira acima do peso satiriza anúncios da grife Abercrombie & Fitch

A iniciativa surgiu depois de Robin Lewis, coautor do livro “The Rules of Retail”, ter causado polêmica ao afirmar ao site “Business Insider” que a empresa optou por não vender roupas femininas nos tamanhos XL e XXL (XG e XXG no Brasil) para que a marca seja ligada apenas a pessoas “magras e bonitas”.

Em uma declaração feita em 2006, pelo presidente da empresa, Mike Jeffries disse: “Em toda escola existem as crianças legais e populares e as crianças ‘não tão legais’. Nós vamos atrás das legais. (…) Muitas pessoas não servem [em nossas roupas] e não devem servir. Somos excludentes? Absolutamente.”

Em seu blog, Jes fez uma postagem com o título “TO: MIIKE JEFFRIES, C/O ABERCROMBIE & FITCH” (Em português “Para Mike Jeffries, da Abercrombie & Fitch), onde expõe a ideia de que a marca traz a ideia de que as mulheres acima do peso são “fracassos sociais, sem valor e indesejáveis”.

“Na nossa cultura, nunca vemos fotos que combinem mulheres baixas, gordas e não-convencionais com modelos profissionais não-baixos e não-gordos. Em grande parte, isso se deve a companhias como a sua que perpetuam a imagem de que mulheres gordas não são bonitas”, completa a blogueira na carta/post.

E então, o que vocês acharam da atitude tomada pela blogueira Jes?

@

Oi, meu nome é Abercrombie e eu sou a marca mais babaca do mundo!

1131444955_4b4e7a7244

Tudo começou quando a popular marca americana Abercrombie & Fitch disse que não fabricaria mais os tamanhos GG e GGG.
VEJA

Até ai tudo bem, afinal cada marca tem o direito de não querer fabricar tais tamanhos, e outra, pode ser devido a baixa venda dos mesmos entre outros motivos.

Mas não, o fim dos tamanhos grandes não foi devido a uma queda de vendas ou algo do tipo, foi simplesmente pelo fato da Abercrombie ter um pensamento medíocre.

“Ahhh, mas isso é o posicionamento deles”
Não, isso é uma vergonha para a moda, e para o mundo de uma forma geral.

Veja a seguinte declaração:

“Toda escola tem os adolescentes legais e populares, e os que não são tanto assim. E sinceramente, nós somos destes que queremos os bonitos, “cool”, que tem uma boa atitude e muitos amigos. Muita gente não serve em nossas roupas e não devem servir. Somos exclusivos? Com certeza!”

Assim disse Mike Jeffries CEO da Abercrombie.

Obrigado Mike, você acaba de abrir meus olhos e mostrar como você e sua marca são ridículos.

O que você tem a dizer sobre isso?

@Mikebigode

via