Filme “300” ganhará sequência em 2013!

Não, você não leu errado. O blockbuster “300” (2006) ganhará um novo capítulo em 2013 –   “300: A Ascensão de um Império”. E, ao que tudo indica, a sequência virá com a mesma força e intensidade do primeiro filme.

300-Rise-of-an-Empire-banner

Baseado na história em quadrinhos “Xerxes” (de Frank Miller – o mesmo de “Demolidor” e “Sin City”) e contada no estilo visual impactante do sucesso “300”, este novo capítulo da saga épica leva a ação para um novo campo de batalha—o mar—no qual o general grego Themistokles (Sullivan Stapleton) tenta unir toda a Grécia ao liderar a batalha que mudará o rumo da guerra. “300: A Ascensão de um Império” põe Themistokles frente a frente com as imensas forças invasoras persas lideradas pelo semideus Xerxes (Rodrigo Santoro), e Artemísia (Eva Green), uma mulher em busca de vingança, e braço direito de Xerxes.

A trama, passada na mesma época de 300, mostrará a ascensão de Xerxes, e marcará a estreia de Rodrigo Santoro como protagonista de um filme em Hollywood. O filme inclusive se chamaria “Xerxes”, mas o idealizadores decidiram aproveitar a marca “300”. Gerard Butler, o Leônidas do filme original, não retorna para o segundo filme.

300-xerxes-rise

Zack Snyder, diretor do primeiro filme, desta vez será produtor e roteirista, deixando a “cadeira” para Noam Murro. Murro pretende realizar sequências com muita ação, trazendo várias batalhas ao mesmo tempo, incluindo confrontos aquáticos, e afirma “Este não é uma cópia do primeiro filme. É uma nova história com o mesmo ambiente de 300”.

Ainda sem trailer oficial, a produção estreia no Brasil dia 23 de Agosto, e teve apenas seu cartaz oficial divulgado (confira abaixo). É esperar pra ver!

539578_10152750654990472_2004759845_n

@lefernandes1

Anúncios

Sobre Lê Fernandes

Paulista, cantor (de festa de família), filósofo (de araque) e publicitário (de formação). Jogo FIFA e Pro Evolution Soccer (sim, é possível!), além de meter o bedelho em temas esportivos, musicais e, é claro, cinematográficos. Acredito que o diálogo é a chave para os problemas do mundo, e não costumo esperar aniversário ou velório para falar da importância que o felizardo, ou o defunto, têm na minha vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s