Lúdico e Clássico. Isso combina?

Sempre que a Chanel lança uma coleção, um novo conceito é criado (ou um velho é repaginado). Bom, começando na década de 20 com o corte de cabelo curto, com as sapatinhas e tailleur – atitudes e peças bem ousadas para a época.
Até hoje a Chanel não se contenta com o puramente clássico, na verdade o clássico tem que ter uma pontinha de lúdico. Ou seria over??

Essa atitude “clássico-lúdico” de ser é muito bem visualizada na criação de suas bolsas, as queridinhas da grife. Em 2010, a Chanel criou a big 2.55, poucas pessoas foram ousadas (e ricas) o suficiente para se jogar nessa tendência.

Imagem

 Imagem: The Cherry Blossom Girl

Seguindo a tendência extra big, a grife lançou o ano passado a bolsa-bambolê que, segundo especialistas, promete ser must have do verão/2013. Será?

Imagem

Para as mais discretas, a versão mini bambolê da bolsa:

Imagem

Saindo do mundo dos exageros, a grife também se jogou em outras ideias e conceitos.

Bolsa lego (bem original e usável, na minha opinião):

Imagem

Bolsa Globo (bem lindinha também. Vai dizer que não?)Imagem

E por fim, a bolsa dupla. Qual será seu objetivo mesmo? Será perder a chave e o celular duas vezes?

Imagem

 Pois é, diante de tanto desejo pelo clássico, o lúdico sempre se mostra em alguns detalhes da grife e faz diferença no mundo das criações fashionistas. Não necessariamente essa diferença é positiva, mas criação é assim mesmo e Karl Lagerfeld é Karl Lagerfeld.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s