Os Vingadores (The Avengers)

A celebração da nerdice em 3D

Os Vingadores (The Avengers): EUA, 2012. Direção: Josh Whedon. Duração: 142 min. Gênero: ação, aventura e ficção científica. Elenco principal: Robert Downey Jr., Chris Evans, Mark Ruffalo, Chris Hemsworth, Scarlett Johansson, Tom Hiddleston, Samuel L. Jackson.

Por Luana Botelho

Depois dos aclamados sucessos de bilheteria já conhecidos e admirados por fãs de todo o mundo, a Marvel e os Estúdios Paramount nos brindaram com o tão aguardado lançamento em DVD e Blu-ray de Os Vingadores (The Avengers), que reúne em um só filme as franquias de Homem de Ferro, Thor e Capitão América.

No comando desse feito inédito, o diretor e co-roteirista Joss Whedon (Buffy – A Caça Vampiros) mostra todo o seu potencial e experiência em lidar com diversos protagonistas e pontos-de-vista, sem perder o foco na linha narrativa principal. Com certeza, uma contratação inspirada para uma produção desafiadora.

Repleta de tiradas irônicas e muito sarcasmo, a película transborda inteligência e não deixa pontas soltas. Na trama, Thor (Chris Hemsworth) traça novamente uma jornada rumo à Terra, com o intuito de capturar seu irmão adotivo Loki (Tom Hiddleston) e impedi-lo de alcançar seus objetivos malignos que podem comprometer o destino da Humanidade.

Nick Fury (Samuel L. Jackson), que aparece ao final de todos os filmes da franquia como agente da S.H.I.E.L.D., é o responsável por recrutar cada um dos super-heróis que juntos constituirão Os Vingadores.

Gênio, playboy, bilionário, filantropo. É assim que o sempre sarcástico Tony Stark – interpretado brilhantemente por Robert Downey Jr. – se descreve para seus companheiros de equipe. Cheio de momentos que vão do cômico ao charmoso e insights recheados de referências culturais – de Senhor dos Anéis a Caçadores de Emoção (1991) –, o Homem de Ferro rouba a cena e cativa até mesmo os espectadores mais exigentes.

Chris Evans, na pele do eterno bom moço Capitão América, demonstra afinidade com o papel e responde à altura as provocações mais ácidas de seus companheiros, além de garantir muita emoção em cenas de luta de primeira. Já a única vingadora do time deixa a desejar com uma Scarlet Johansson sempre igual que parece estar lá mais por sua beleza e sensualidade do que por sua capacidade de interpretação.

Entretanto, merecido destaque deve ser feito a Mark Ruffalo, que incorpora pela primeira vez o papel de Bruce Banner, superando em muito Eric Bana e Edward Norton – finalmente um Hulk bem definido que transborda a dualidade do homem-monstro.

Chris Hemsworth (Thor) e Tom Hiddleston (Loki) estão mais confortáveis do que nunca em seus papéis de deuses extraterrestres e Jeremy Renner representa bem o Gavião Arqueiro, apesar de seu papel menor dentro do filme.

Baseado nas histórias em quadrinhos de Stan Lee e Jack Kirby, Os Vingadores tem tudo o que o verdadeiro blockbuster precisa: um elenco estelar, cenas de ação de tirar o fôlego, efeitos especiais incríveis e uma pitada de humor ácido. Sem dúvida, um prato cheio para fãs de todas as idades.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s